71ª ASSEMBLÉIA - 2006 - TÓPICOS DO MINISTÉRlO DA OBRA DA PIEDADE

Ir em baixo

71ª ASSEMBLÉIA - 2006 - TÓPICOS DO MINISTÉRlO DA OBRA DA PIEDADE Empty 71ª ASSEMBLÉIA - 2006 - TÓPICOS DO MINISTÉRlO DA OBRA DA PIEDADE

Mensagem por Admin em Dom 07 Dez 2014, 09:10

1 - CUSTEIO DE VIAGENS MISSIONÁRIAS

O custeio das despesas de viagens missionárias, bem como o pagamento de passagens aérea ou rodoviária do viajante, é de competência da regional onde a viagem foi orada ou considerada pelo ministério da localidade.

2 - APRESENTAÇÃO DE IRMÃS PARA A OBRA DA PIEDADE

Na apresentação de irmãs para a Obra da Piedade devemos tomar certos cuidados de não apresentar irmãs solteiras, nem muito idosas, nem divorciadas, nem novas na fé, nem organistas, nem aquelas cujo esposo não é crente e nem irmãs casadas que foram mães solteiras. Observar também se a irmã é casada de acordo com as leis vigentes.

3 - DESLIGAMENTO DO MINISTÉRIO DE IRMÃS DA OBRA DA PIEDADE

O desligamento do ministério de irmãs da Obra da Piedade, quer por renúncia ou afastamento, deve ser feito por carta e apresentado primeiramente ao ancião, diácono e cooperador que atendem a igreja, para ciência e assinatura na carta. Em seguida o caso deve ser apresentado na reunião regional ministerial para consideração e, posteriormente, encaminhado à reunião dos diáconos para registro em ata.

4 - COZINHA NAS REUNIÕES REGIONAIS E ASSEMBLÉIAS

Os irmãos diáconos das localidades onde são realizadas as reuniões regionais ou reuniões gerais de ensinamentos, são os responsáveis pela administração da cozinha. Devem providenciar com antecedência as coletas para a compra dos alimentos e outros materiais, bem como atribuir responsabilidades aos irmãos que devem coordenar a distribuição dos trabalhos durante as reuniões. Nas localidades onde não houver diáconos em condições de assumir a responsabilidade operacional da cozinha, essas atribuições poderão ser transferidas à Administração.

5 - PRESENÇA DOS IRMÃOS ANCIÃES E COOPERADORES NAS REUNIÕES DE ATENDIMENTO DA OBRA DA PIEDADE

Embora não haja nenhum impedimento quanto à presença dos irmãos anciães e cooperadores nessas reuniões, é necessário salientar que as fichas de atendimento são lidas em voz alta, com o nome do necessitado e sua situação financeira, sendo que muitas vezes se faz comentário sobre a família e essas informações podem inibir o irmão ancião ou cooperador no momento da pregação da Palavra, tendo em vista que a família pode estar presente no culto.

6 - APRESENTAÇÃO A IRMANDADE DE IRMÃS DA OBRA DA PIEDADE

As irmãs que são confirmadas por Deus em oração para trabalhar na Obra da Piedade não devem ser apresentadas na Congregação. Os servos primitivos acharam por bem tomar esse cuidado a fim de não abrir a porta aos espertalhões e também não alertar os irmãos novos na graça, os quais começam com lamentações e exigências, As irmãs também não deverão ter seus nomes publicados nas listas de batismos e devem ser aconselhadas a não testemunhar dizendo que pertencem a Obra da Piedade. Apresentá-las somente nas reuniões de atendimentos e ensinamentos.

7 - RESPONSABILIDADE PELO NUMERÁRIO DA OBRA DA PIEDADE

Os balancetes e relatórios da Obra da Piedade devem ser assinados por três ou mais diáconos. Os que assinam tais documentos são responsáveis pelos valores neles contidos. Caso haja divergência entre o valor escriturado na contabilidade e o existente no caixa, evidenciando a falta de numerário, sem a devida comprovação por documentos hábeis, todos os que assinaram o balancete e relatórios serão responsabilizados, razão pela qual é necessário conferir e controlar o dinheiro de cada reunião e de forma nenhuma permitir a falta de numerário no caixa.

Admin
Admin

Mensagens : 101
Data de inscrição : 19/11/2012

https://ccbeusouaobradedeus.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum